Programas de Afiliados – O que são e como você pode ganhar dinheiro!

Vocês já deve ter visto por aí, inclusive aqui no blog da Escritor Publicado: os programas de afiliados. Hoje, te explico o que são, como funcionam e como você escritor pode ganhar dinheiro com isso.

O que são?

São programas de logística muito simples em que as grandes empresas promovem a venda de produtos por meio de terceiros. Algo muito utilizado pelas empresas do varejo. Em programas assim o que acontece é que os interessados por divulgar (afiliado) os programas ou produtos que estão disponíveis no anunciante divulga em troca de alguma renda, seja ela uma comissão geral ou por item vendido

A partir daí o que acontece é que o anunciante disponibiliza imagens, textos, links ou até mesmo códigos para que o afiliado possa divulgar e ter o controle de quanto foi comprado pelo seu público. Isso é muito importante pois dá ao afiliado não só uma maior noção do comportamento do seu próprio público, quanto passa a dar uma maior valorização pelo trabalho desenvolvido, publicado na sua plataforma. Fornecendo o material básico para a divulgação dos produtos, o anunciante acaba por passar mais credibilidade para o afiliado, no caso você escritor.

Também há a possibilidade de pulverizar mais as divulgações dos afiliados, usando links indexados em stories, uso de aplicativos e links em vídeos, por exemplo. O que faz com que o afiliados consigam se valer de diferentes plataformas para divulgar os produtos.

Por que vejo tanto?

Essa super disseminação dos programas de afiliados tem se dado muito devido ao aumento de conteúdo sendo produzido online.  O que isso quer dizer? Que cada vez mais temos conteúdo de boa qualidade sendo publicado e lido (!!!) nas redes sociais e nos blogs. Isso acaba por abrir uma porta enorme para quem está disposto a “ceder” um pouco do seu espaço para determinados anunciantes e produtos.

Quanto mais seguidores e mais engajamento, melhor vão ser os resultados dos link dos programas afiliados. Isso não quer dizer que você não deva se inscrever em um deles, calma aí. Só que ele pode servir como outro incentivo para crescer mais a sua atuação nas redes. E também explica porque está ficando super comum vermos mais marcas, youtubers, escritores e influencers se valendo de tais.

Além do básico: quem trabalha com redes sociais também ganha dinheiro com isso.

Hoje em dia o público ficou mais seletivo, leva muito em consideração  a opinião de alguém que ele conhece, confia. Por isso também que quem trabalha com rede sociais viu nos programas de afiliados uma forma de gerar, ao menos uma pequena, parcela de renda. E o mesmo acontece com os com anúncios e publiposts: quem mais tem engajamento e seguidores acaba por ter mais sucesso fazendo tais.

E as grandes empresas já perceberam isso a um bom tempo. Tanto que atualmente investem muito em programas de afiliados, pois aproxima o produto que eles querem vender do consumidor. E aí que entra você escritor.

Como funciona para os escritores?

Como já falamos muito aqui no blog, da Escritor Publicado: você precisa ter uma marca de escritor. Munido disso você começa a trabalhar em cima do engajamento do seu público para depois começar a buscar programas de afiliados. São inúmeros os que existem, uma simples pesquisada no Google já pode te vários resultados, porém é muito interessante ler tudo sobre cada um deles. Só dessa forma você irá conseguir escolher o que mais lhe agrada.

Comece buscando por programas que façam parte do seu nicho. Que tenha sentido com o que você publica. E isso nos leva ao próximo questionamento.

Qual o programa de afiliados ideal?

Não existe programa perfeito. E eu nem vou tentar de convencer do contrário e oferecer “x”,”y” ou “z”. O que acontece é que o programa ideal provavelmente vai ser diferente do seu colega ou do meu. Algo comum quando se trata de público-alvo e nichos. Porém existe uma pequena ordem que pode te ajudar a chegar no programa que seja muito bom para você.

Exatamente isso! Ter uma marca de escritor consolidada + ter um bom engajamento + optar por um programa de afiliado que faça sentido para a sua marca e para o seu público pode ajudar muito a chegar em um programa de afiliado que te deixe satisfeito.

Depois da escolha, é só garantir que você está devidamente cadastrado no program. Inclusive, fique atento aos dados bancários. Tudo certo?  Agora crie postagens que façam sentido para o seu público e que você pode adicionar os devidos produtos do programa.

Depois de escolher você chega na parte mais interessante do processo: o divulgar.

Como divulgar para o meu público que faço parte de um programa de afiliado?

Sendo honesto. Ponto. Eu realmente podia terminar esse parágrafo aqui. A base é ser honesto, você não precisa fazer firulas, usar imagem em neon ou qualquer outro artiício para divulgar para o seu público. Uma simples linha no texto, antes dos links, já serve. Ou um aviso no stories com a #linkafiliado #programadeafiliado também. O que importa é que você avise para os seus leitores que ao clicarem em um link em determinada postagem eles vão ser direcionados para a compra de um produto cuja pequena porcentagem da venda vai ir para você. Simples.

Aqui na Escritor Publicado mesmo usamos sempre a mesma frase: “Ei! Só para deixar claro, os links da lista são afiliados. Ou seja, a Escritor Publicado recebe comissão da venda pelo link.” E nunca tivemos problemas. Contanto que você mantenha a transparência no processo de divulgação do programa e de quando isso acontece, a sua integridade de enquanto escritor/blogueiro/criador de conteúdo não vai ser afetada.

Então seja honesto mesmo, avise no stories, em posts do Instagram, em postagens de blog e não tenha medo ou apreensão de divulgar algo que pode sim te trazer uma renda a mais. Não só por ser uma prática super utilizada, mas por ser permitida nas plataformas, redes sociais e blogs.

E vocês, já participou ou participa de algum programa de afiliado?


Resumindo…

Os programas de afiliados estão em todos os lados na internet, inclusive no blog da Escritor Publicado. São programas  em que as grandes empresas promovem a venda de produtos por meio de terceiros.

Como funciona:

  • Interessados por divulgar (afiliado) os produtos que estão disponíveis no anunciante se cadastra no programa do anunciante divulga em troca de alguma renda/ por produto vendido
  • Quem consome o conteúdo orgânico da afiliado clica no link ou imagem (pré-disponibilizado pelo anunciante) e é redirecionado para a página de compra. Ao finalizar a compra o afiliado recebe uma porcentagem pré acordada no programa.

Eles se popularizaram devido ao aumento de consumo e publicação de conteúdo online. O que é ótimo, pois significa que aumentou a a chance de você ter uma renda extra através dele programas de afiliados.

Como funciona para os escritores? Simples, antes de sequer pensar em programas de afiliados você deve ter bem claro qual a sua  marca de escritor. Depois buscar por programas que contemplem o que você quer, o seu nicho e o conteúdo a ser divulgado. Nessa etapa é muito importante prestar atenção no o que o seu público quer ou espera do seu conteúdo a ser publicado. Para não arriscar perder a sua credibilidade e público.

Embora não exista programa de afiliado ideal, ter uma marca de escritor consolidada + ter um bom engajamento + optar por um programa de afiliado que faça sentido para a sua marca e para o seu público é o mais próximo de ideal que se pode chegar. Seguir essa mini fórmula é um bom começo para encontrar o programa de afiliados ideal.

Por fim, falta só avisar o seu público e para isso é melhor ser logo honesto. Avise através de hashtags, frases bem claras, etc. O que ficar mais claro para o seu público.

E você? Já participou ou participa de algum programa de afiliado?

Tudo o que você precisa saber antes de fazer um site

Criar um site de escritor

Se você ainda não sabe porque recomendamos um site de autor, este artigo te dá motivos para criar um agora mesmo, mas se você está lendo este textos, acredito que você já saiba da importância, mas não sabe por onde começar a fazer o seu site. Por isso, hoje vou fazer um checklist das coisas que você precisa saber.

O básico: domínio e hospedagem.

Domínio é o seu endereço na internet. Mesmo que você esteja utilizando alguma plataforma que não necessite de domínio próprio, como WordPress, por exemplo, te recomendamos comprar e direcionar o seu domínio para o seu blog/perfil.

Seu domínio deve ser de preferência o seu nome, ou pseudônimo de escritor. Se o seu nome não estiver disponível na opção <.com.br> , tente uma combinação dele com “autor” ou “escritor”.

Por exemplo: autoramarianelima.com.br.

Para descobrir se o seu domínio está disponível e registrar ele, recomendamos sempre ir direto ao Registro.br. Pesquisar é simples e para comprar o domínio, basta fazer o cadastro.

Em qual plataforma você vai fazer o seu site?

Existem diferentes plataformas nas quais você pode desenvolver o seu site. Para cada uma há vantagens e desvantagens. Falamos mais sobre isso, neste post aqui. O importante é ter em mente que algumas plataformas exigem hospedagem e outras não.

Para ter um site bom em wordpress.org você vai precisar de uma. Não se assuste, existem produtos para todos os preços e você não vai precisar investir muito dinheiro em hospedagem se ainda não tem muito tráfego. Pessoalmente eu sempre recomendo o WordPress.org, porque com ele você faz o seu site, coloca na sua hospedagem, pode guardar um backup e se alguma coisa der errado é só uppar todos os arquivos de novo.

Outra coisa a se considerar quando escolher uma plataforma é que algumas delas te deixam com cara de amador. Estou olhando para você blogspot. Eu também já tive meu blog no blogspot, vários deles na verdade. Na época que a internet era “tudo mato” e ele ainda era blogger. Faz tempo. E de lá para cá, muita coisa se profissionalizou na internet, menos o tal do blogspot. Ele não te permite muita customização, é tudo feito no código e não tem nenhum plugin para facilitar a vida.

[bctt tweet=”Se você vai investir na sua carreira de escritor, invista em um site profissional. ” username=”@EPublicado”]

Aqui vão 3 das nossas hospedagens favoritas:

Hostinger : preços bem acessíveis, mesmo e serviço confiável. Começamos sos sites da Escritor Publicado e vários dos meus sites pessoais por ali.

Uol: bom custo-benefício. atendimento em português e confiável.

KingHost: um pouco mais cara, com um serviço muito bom e tudo aqui do Rio Grande do Sul

O que colocar na homepage?

A sua homepage deve conter as principais informações pelas quais as pessoas buscam. Para um site de escritor, recomendamos uma pequena biografia, a listagem dos seus livros (podem ser só os principais se você tiver muitos deles. As informações de contato. Algumas resenhas dos seus livros e/ou aparições na mídia e uma opção de newsletter.

Devo ter um blog no meu site?

Eu falo bastante sobre este assunto neste post aqui, mas em resumo a resposta é sim, você deve. Um blog com atualizações constantes vai te ajudar a rangera melhor perante os buscadores. É uma estratégia de marketing de conteúdo – você pode saber mais sobre isso aqui.

SEO: que bixo é esse?

Search Engine Optimization é essencial se você quer um site que te ajude de fato a ser conhecido e ganhar mais leitores. O blog é uma boa ferramenta para te ajudar com os buscadores, mas além dele você vai querer utilizar mais algumas ferramentas.

Além do conteúdo, os outros 3 pilares de SEO nos quais você vai ter que prestar atenção são: Mapa do site, links e compartilhamento nas redes sociais. Para fazer o Mapa do site, você pode instalar pluggings que fazem um bom trabalho e, o melhor, automatizam o processo. Falo mais sobre plugins neste post. Compartilhamento e redes sociais são um trabalho de formiguinha que você vai ter que fazer diariamente, além é claro de instalar ferramentas que facilitem o compartilhamento do seu conteúdo.

>>Aqui tem um texto bem completo sobre SEO para site de escritores.

>>Aqui tem uma lista de plugins de SEO para você instalar no seu WordPress

Mais importante agora é você saber que SEO existe e que você vai precisar cuidar disso se quiser que o seu site realmente converta te trazendo visitas e leitores.


Em resumo:

  • Vá agora comprar o seu domínio no registro.br
  • Se você vai investir na carreira de escritor, invista em um site profissional.
  • Pense em SEO desde o início e invista em um blog para o seu site

E ai, escritor, preparado para lançar o melhor site? Espero que sim, e espero que este artigo tenha te ensinado alguma coisa. Se tiver interesse, nós da Escritor Publicado também desenvolvemos site. É só mandar um e-mail nos falando o que você precisa. Anota ai: contato@escritorpublicado.com.br

Aguardamos o seu e-mail.

Como criar uma estratégia de Leads para escritor de ficção?

Estratégia de Leads para escritores

Há quem diga que o e-mail morreu, mas os dados não mentem, uma parte considerável da renda dos e-comerce vem de e-mail marketing. Se você é um autor independente e busca novas maneiras de chegar aos seus leitores e aumentar as suas vendas. E-mail é o caminho. Para isso você vai precisar começar a coletar os e-mails dos seus possíveis leitores, eles são os Leads.

[bctt tweet=”Se você é um autor independente e busca novas maneiras de chegar aos seus leitores e aumentar as suas vendas. E-mail é o caminho.” username=”@EPublicado”]

>> Neil Patel recomenda estratégia de Leads.

Então, como criar uma estratégia de Leads para você, escritor de ficção? Neste post eu vou explicar detalhadamente como implementar a sua estratégia para captura de Leads.

Criando uma estratégia de Leads:

A dinâmica da captura de Leads é simples. Você tem um formulário no seu site e oferece alguma recompensa virtual para quem se cadastrar. Depois disso você vai mandar e-mails para o seu Lead, buscando conversão. Para colocar em prática, você vai precisar seguir alguns passos:

#1 Defina a sua recompensa virtual

A recompensa virtual é o incentivo que a pessoa tem para se cadastrar na sua lista. Para escritores, faz sentido que o incentivo venha em formato de texto, não é mesmo? Pode ser uma coletânea dos melhores textos do seu site, um trecho ou primeiro capítulo de um romance novo, especialmente se está em pré-venda. Se você já tem uma base de fans, pequenos trechos de um novo livro também podem fazer sucesso.

A sua recompensa vai depender um pouco do tipo de texto que você produz.

E, em alguns casos, também pode ser outro tipo de material, poster do livro para a pessoa imprimir em casa, ou marcadores, enfim.. algum tipo de material promocional do livro que possa ser enviado virtualmente.

#2 Escolha um sistema de captura e envio de e-mail

Com a sua recompensa pronta, você precisa pensar qual é o sistema de envio de e-mail que será utilizado. Existem softwares para todos os gostos e todos os bolsos. Vou citar aqui os dois que eu já utilizei e aprovei.

Mailchimp: é um bem conhecido e gratuito. Dá conta de pequenos projetos e recentemente lançou a possibilidade de criação de funil de vendas no plano gratuito.

Leadlovers: é o que utilizamos aqui na Escritor Publicado. É uma ferramenta poderosa que permite bastante customização e é bem intuitivo. O lado ruim é que os planos são focados em empresas e por isso o valor inicial deles já é salgado.

Existem vários outros, com preços que variam de 10 a 20 dólares mensais.

>> 5 motivos para você utilizar e-mails na sua estratégia de comunicação (add link)

#3 Crie um formulário!

Formulário é importante. Ele tem que estar visível, mas não pode ser chato. Eu não gosto daqueles pop-ups que abrem logo na entrada do site. Acho justo você deixar o leitor conhecer um pouco o seu conteúdo antes.

Pop-up quando a pessoa está saindo do blog/site, por outro lado é muito justo. A pessoa já conheceu, tirou algum valor do seu conteúdo, esta é a hora de oferecer mais uma recompensa.

Para colocar o formulário no seu site você vai precisar conhecer um pouquinho o funcionamento do seu site, baixar algum plugin, se for do wordpress, ou chamar um desenvolvedor. Seja como for, é um investimento que vai se pagar a longo prazo.

#4 Os e-mails

Não seja chato! E agregue valor aos seus e-mails. Não vale mandar e-mails todos os dias. Na verdade um e-mail por semana está mais do que bom. De qualquer forma, vale a pena investir um tempo e deixar esses e-mails prontos com alguma antecedência. Também é interessante criar funis de venda para os lançamentos.


E então escritor, o que achou? Ficou fácil criar uma estratégia de Leads com todas essas dicas, não é mesmo? E qualquer coisa, pode nos chamar. Ajudamos escritores a criarem estratégias de Leads e outras campanhas para ajudar a alavancar as vendas.

5 motivos para você utilizar e-mails na sua estratégia digital

e-mails na estratégia digital

Muita gente diz que os e-mails estão morrendo, que a nova geração não usa mais, mas os dados não mentem: e-mails continuam sendo uma ótima forma de manter o relacionamento com os seus leitores. Além disso, é uma ótima forma de vender. Hoje quero te dar 5 motivos para você utilizar na sua estratégia digital:

#1 E-mail é gratuito

Existem algumas ferramentas diferentes que você pode utilizar para gerenciar os seus e-mails, mas eles são essencialmente gratuitos.

Pense assim, para atingir os seus públicos no Facebook e nas outras redes sociais na maioria das vezes a gente tem que investir em anúncios. Isso porque as redes se monetizam desta forma e você não consegue alcançar mais de 5% dos seu público de maneira orgânica. Os e-mails, no entanto, podem ser mandados até mesmo do gmail. E mesmo que haja um custo por ferramenta, não há custo por pessoa.

#2 E-mails geram mais vendas

Falei sobre isso nos insights da palestra do Neil Patel (guru do marketing). Para algumas grandes empresas e-mail representa 40% das vendas. Amazon, por exemplo, utiliza bastante e-mails e já ganhou muitos dos meus dinheiro assim. Quem deixou o e-mail com você jeans construiu uma relação de confiança e é mais propenso a comprar. Por isso, o e-mail é um ótimo canal para você divulgar e promover ofertas especiais.

#3 E-mail ajuda a criar comunidade e público fiel

O público que te dá o e-mail para o contato tende a ser o mais fiel, são aquelas pessoas que realmente acompanham o trabalho e querem saber mais sobre você e sobre seus novos lançamentos. De novo, entra aqui a questão da confiança. É importante manter esse público bem inteirado do andamento da sua carreira. Criar comunidade ao redor da sua marca é uma forma de agregar valor a ela.

>> Saiba mais sobre relacionamento com os leitores

#4 E-mails são mais efetivos do que redes sociais

Fato. Você pode contar que os seus e-mails vão chegar na caixa de mensagens de todos os contatos. Mesmo que a porcentagem de abertura não seja tão alta assim, em muitos casos, atingir 40% da sua audiência com uma mídia gratuita é um excelente resultado. Isso sem contar que, como já falamos antes, esse é um público mais fiel.

#5 Gerar Leads

Quem entra na sua lista talvez não vá sair comprando todos os seus livros, mas você vai conseguir manter focado em você alguém que, se não fosse a lista, talvez esquecesse da sua existência. Quem não é visto não é lembrado e o e-mail te dá mais uma chance de ser visto.

>> Entenda o que é Inbound Marketing

#6 Segmentação de ofertas

Existem plataformas para gerenciamento de newsletter que permitem todo o tipo de segmentação. Isso faz com que você consiga adaptar as suas ofertas ao perfil de determinado cliente. Ou seja, dá para tornar os seus e-mails altamente relevante, agregando valor, mesmo que nem todos os leitores vão comprar na hora.


Então, Escritor, está convencido? E-mails são uma ferramenta excelente de Marketing Digital e que você não pode dispensar. Eles são gratuitos, permitem alto grau de segmentação para que você se mantenha relevante para o seu público e consiga criar comunidade ao redor da sua marca, além, é claro de aumentar as vendas. Por isso, uma lista de e-mails é essencial para alavancar a sua plataforma de autor.

Relacionamento com os leitores

relacionamento com o leitor

Como você se relaciona com os seus leitores, escritor? Sei que ainda existem alguns autores que mal dão as caras pela internet, que tem medo de se expor e que acham que seu trabalho está feito assim que acabam de escrever o livro.

Se você está aqui, provavelmente pensa diferente.

A verdade é que os leitores são o maior bem na vida de um escritor que quer viver de literatura, então nada mais justo do que investir seu tempo criando relacionamentos com eles.

Cuide dos seus leitores, conversem com eles.

A gente vive dizendo que não vale apenas postar e fugir, mas para manter uma conversa você tem que dar o primeiro passo. E isso envolve ir além de apenas postar. Pergunte. Peça opinião. Faça o leitor se sentir mais próximo de você, mais parte do seu trabalho. Isso ajuda a criar comunidade.

Uma comunidade de leitores engajados ajuda a construir e propagar a sua marca como escritor.

[bctt tweet=”Pergunte. Peça opinião. Faça o leitor se sentir mais próximo de você…Isso ajuda a criar comunidade.” username=”@EPublicado”]

relacionamento com o leitor
Ian Schneider

Se você leu até aqui é porque concorda com tudo isso, não é mesmo? Então agora as perguntas são para você, responda sim ou não:

  • Você postou em todos os seus canais nos últimos 7 dias?
  • Pelo menos um terço desses posts tinham perguntas?
  • Seus posts tiveram comentários dos seus leitores?
  • Você comentou nos posts dos outros nos últimos dias?

Se você respondeu não para alguma dessas perguntas está perdendo a oportunidade de criar relacionamentos mais duradouras com os seus leitores.

Uma dica para conseguir dar conta de todas as redes e abrir diversos canais para  encontrar novos leitores é automatizar o que puder. WordPress e facebook, por exemplo, já possuem ferramentas para agendar posts. Para as redes que não possuem (estou olhando para você instagram) existem aplicativos ótimos que facilitam bastante o trabalho.

>> Conheça alguns aplicativos para te ajudar na divulgação!

Tendo a sua presença constante garantida nas redes você também tem mais tempo para poder interagir com os seus leitores. Pequenos momentos de ócio durante o dia, podem se tornar um grande aliado na construção da sua marca nas redes sociais. Na sala de espera de uma consulta, na fila do banco, aguardando lugar em um restaurante, aproveite esses pequenos momentos para entrar nas suas redes e conversar com os seus fans.

No instagram você pode também procurar conteúdos relacionados, deixar seu <3 e comentar.  No facebook, uma forma legal de interagir é com os grupos. Pode ser em grupos de leitores, de escritores, ou, melhor ainda, se você já tiver uma boa base de seguidores, pode criar o seu próprio grupo e aliar à fanpage.

>> Saiba como eu uso os grupos do facebook!

Eu já vi até grupo de whatsapp sendo usado para a divulgação de livros e autores específicos e achei a idéia maravilhosa.


E você, escritor? Pronto para se conectar mais com os seus leitores hoje? Conta ai quais vão ser as 3 primeiras coisas que você vai fazer!

3 ações para melhorar sua visibilidade nas redes sociais

edite o seu perfil

Olá, Escritores. Nós da Escritor Publicado sabemos que conquistar novos leitores é um trabalho árduo, mas muitas vezes na tentativa de fazer tudo você acaba negligenciando alguns detalhes que fazem toda a diferença. Por isso, hoje eu separei 3 dicas bem simples para você colocar em prática agora mesmo e aumentar a visibilidade do seu trabalho nas redes sociais.

Vamos a elas:

#1 Edite os seus perfis.

edite o seu perfil
Unsplash

É bem possível que você tenha feito o seu perfil do facebook antes de ele ser tão voltado para negócios. Naquela época em que a gente realmente compartilhava o que estava pensando no feed.

Não é mais o caso. Facebook, LinkedIn, Instagram e até mesmo o Pinterest servem para negócios hoje em dia. E uma das coisas mais importantes que você pode fazer para aumentar a sua visibilidade é atualizar o seu perfil nas redes.

Reveja os textos. Eles condizem com a sua marca pessoal? Você se marcou como editor das suas fanpages? Todas as suas redes dizem que você é escritor?

Se não, você já sabe o que fazer.

Uma bio bem escrita e que contenha palavras chave como “escritor”, os nomes dos seus livros e se, possível link para seu site são essenciais.

Aproveite a mudança e reveja também as suas fotos de perfil. Elas estão atualizadas? Elas passam a imagem que você quer para si? As fotos podem sim ser mais descontraídas, mas precisam passar confiança.

Saiba mais sobre Bio no meu texto Plataforma de Autor

#2 Compartilhe o seu trabalho

Compartilhe seu trabalho
Unsplash

Vejo isso acontecer bastante. As pessoas tem projetos maravilhosos as vezes, mas um pouco de vergonha de compartilhar com os amigos, de falar “olha essa coisa legal que eu estou fazendo”. Não caia nesta.

Floodar a sua timeline com links da Amazon não é legal, mas chamar aqueles amigos mais próximos para ver seu texto mais recente é super aceitável. Vale mandar uma mensagem inbox, falando sobre o seu novo projeto, ou compartilhar um texto que você acha que a pessoa vai gostar.

O que separa contar coisas boas de SPAM é o valor. Se você sabe que um texto seu vai agradar algum amigo, não tem nada de errado em falar isso para ele.

Vá além da fanpage. Promova seus textos no facebook de diferentes formas.

Outro erro bem comum é escrever artigos ou posts online e compartilhar apenas na sua fanpage do facebook. Os algoritmos só entregam as atualizações da sua fanpage para uma porcentagem, bem pequena, dos seus seguidores. Você precisa correr atrás para fazer o post render. A primeira coisa que você pode fazer é compartilhar o post da sua fanpage no seu perfil pessoal.

Isso aumenta o seu alcance e pode servir para aqueles curiosos de plantão que entram no perfil conhecerem o seu trabalho.

Mas não vale fazer isso para toda a atualização. 1 vez por semana está de bom tamanho, afinal, seu perfil pessoal também serve para outras coisas além de trabalho.

#3 Reviva textos antigos postando em outras plataformas.

Reviva seus posts
Unsplash

Se você tem um blog, onde costuma postar seus textos, considere repostar os antigos em outras plataformas. Medium, por exemplo é um ótimo lugar para isso. Com isso você pode conseguir atingir novas audiências, bem como rangera melhor no google.

Além do medium, vale pensar em novas formas de reutilizar esses conteúdos já postados. Você pode, por exemplo, postar um pedaço de um conto no facebook. Disponibilizar um conto mais antigo em pdf em troca de e-mails. Ou ainda, utilizar esses textos no wattpad para conquistar um público mais jovem.

Enfim, dê vida nova a textos antigos.

Só não vale repostar todo o seu conteúdo, a regra de ouro é repostar 1 a cada 5 posts. Isso não vai atrapalhar o seu ranqueamento no google, mas tenha em mente que sites como facebook e medium podem acabar aparecendo na frente do seu blog em pesquisas orgânicas porque já são naturalmente mais importantes para os buscadores.

 

Resumindo

As três ações que você precisa fazer agora para aumentar sua visibilidade

  • Revise a sua biografia e atualize a sua foto de perfil nas redes sociais;
  • Compartilhe os posts da sua fanpage no perfil pessoal;
  • Reviva posts antigos compartilhando em outras plataformas.

E você, Escritor, já fez tudo isso? Tem uma boa bio? Tem mais alguma dica de ação rápida para aumentar a visibilidade? Compartilha com a gente.

A importância do blog para o site de Escritor

Blog para escritores

Se você criou a sua plataforma de autor, com um bom site, se preocupou em instalar os aplicativos para SEO, como sitemap, agora é hora de pensar em como manter o seu site bem rankeado e usá-lo como uma plataforma de relacionamento com os seus leitores. A melhor maneira para isso é ter sempre conteúdo novo, por isso que recomendamos a criação de um blog para o seu site.

Os blogs permitem que você compartilhe bem mais do que com textões do facebook ou as captions do Insta, por exemplo. É uma mídia diferente, mas muito interessante para escritores, porque te obriga a escrever, te dá mais assunto para postar nas redes sociais e traz tráfego para o seu site.

Escritores optam por blogs dos mais diversos formatos. Você pode compartilhar contos, crônicas, ou falar da sua vida ou alguma coisa que você ache interessante ou, até mesmo falar sobre o que tem lido de bom, ou de ruim. O importante é que o blog seja usado para manter um vínculo com os seus leitores.

Tanto os leitores como os buscadores gostam de consistência, por isso é importante ter um calendário editorial para te guiar. Quem está começando pode optar por postar menos vezes. Eu recomendo, pelo menos, uma vez por semana, de preferência no mesmo dia da semana.

Outra coisa para se ficar atento é o que chamamos de pilares de conteúdo, ou seja, sobre o que você vai postar. Seu blog pode ter conteúdos diversos, mas é legal ter alguma base para que os leitores saibam o que esperar. Faça uma lista de todas as coisas sobre as quais você gostaria de escrever e tente agrupá-las por categoria.

Por último, vale lembrar que as aparências importam, seu blog deve estar alinhado com a sua marca. Procure usar a mesma paleta de cores, busque boas imagens de bancos gratuitos ou tire boas fotografias para ilustrar seus posts e mantenha um visual mais clean. Um blog com fundo escuro, ou muito colorido, deixa a leitura cansativa, por isso escolha um fundo neutro e uma fonte que seja agradável, nada de cursiva e, por favor, nada de comic sans.

4 Plugins de SEO para instalar no seu site ou blog

Plugins de SEO para site de Escritores

Neste post, eu falei sobre a importância de SEO para o seu site e dei umas dicas básicas para começar a implementar. Para quem não lembra, SEO é search engine optimization (otimização para site de buscas) e tem como objetivo fazer o seu site ser encontrado mais facilmente pelos buscadores, como o google.

Eu falei da importância do carregamento, do conteúdo, dos links e do sitemap. Pois hoje eu vou te indicar 4 plugins para ajudar a fazer tudo isso, se você tem site com WordPress.org

SEO YOAST – Conteúdo

O plugin mais completo e meu favorito. Ele faz a análise de todo o seu conteúdo. O número de vezes que você usou a palavra-chave, o tamanho dos parágrafos, o número de headlines que você usou, os títulos e o resumo. Um plugin bem interessante e bem completo mesmo. E o melhor, ele te diz o que deve ser melhorado em cada texto. Além disso, ele também tem Sitemap e você pode escolher imagens e textos que vão para o facebook quando as pessoas compartilham. Um plugin excelente.

Google XML SITEMAP – Sitemap

Sim, outros plugins fazem o sitemap automático, mas eu confesso que costumo desabilitar essa função nos outros e baixar este plugin especificamente para isso. Por um motivo, ele tem controles para você dizer aos buscadores a periodicidade que eles devem olhar seu site. Ok, é apenas uma sugestão, Google só obedece seus próprios parâmetros, mas ainda é uma funcionalidade bem legal e que faz a diferença. Se você for instalar apenas um desta lista, fique com este, que é o que faz o serviço mais importante (Sitemap) da melhor forma.

JETPACK – Tudo

Esse já vem pré-instalado para a maioria. Eu tenho lá minhas dúvidas quanto ao Jetpack, mas uma coisa ele faz muito bem, os links de Posts Relacionados. Eles ficam bonitos, é bem fácil de colocar e mesmo em sites de médio para grande porte eu não tive problemas com ele. Além disso, devemos considerar que o Jetpack é bem completo e tem várias funções como Analytics no administrador do wordpress, botões de divulgar e compartilhar, tema mobile, caso o seu não seja otimizado e comentários com integração das redes sociais, entre outros. Enfim, é um pluggin bem completo e uma mão na roda para quem está iniciando.

Add This – Links e Compartilhamento

Add This é meu favorito em termos de compartilhamento do usuário. Ele oferece opções de customização. Dá para colocar os botões antes e/ou depois de um artigo e também ao lado da tela na hora da rolagem. Além disso, você pode priorizar as redes mais interessantes e ignorar ele em páginas especificas. Esse é o pluggin que gera os botões que você vê no final dos nossos posts. Se gostou, já compartilha neles.


E você, escritor, já estava usando algum destes plugins no seu site? Conhece algum outro plugin com funções relacionadas a SEO que não mencionei? Conta ai nos comentários.

Como começar a compartilhar seus textos no Medium? Passo a Passo

Medium- como criar uma conta

Medium é uma plataforma de compartilhamento de textos que tem lá sua semelhança ao blogger. O legal do medium é que ele tem um aspecto bem clean e você não precisa saber nada técnico para compartilhar seus textos. Por isso achamos que é uma plataforma interessante para escritores.

Se interessou, quer criar um Medium e começar a compartilhar seus textos? Vem comigo! O site é todo em inglês, mas com esse tutorial você vai conseguir fazer a sua conta mesmo que não entenda o idioma.

Criando sua conta no Medium

Entre em medium.com

Clique em sign up. Você pode se conectar usando uma conta do twitter, facebook ou Google Plus. Nestes três casos, o medium vai pedir seu login e senha para continuar. Ou você pode criar uma conta atrelada a um e-mail, clicando em sign in or sign up with email.

Se escolher a última opção, o Medium vai te mandar um e-mail  de confirmação. Basta clicar no botão verde que diz sign in to Medium.

Captura de Tela 2017-02-19 às 21.38.17

 

Começando a publicar no Medium

Para começar a escrever é só clicar em write a story.

Aprenda a compartilhar seus textos no Medium

 

O editor do medium é bem clean. Não tem muita informação.

Aprenda a compartilhar seus textos no Medium

Title é o título. Depois é só começar a digitar. Se você quiser adicionar alguma mídia ou link, clique no (+) que abrirá o menu a seguir. Respectivamente: Imagem, Vídeo, embed e uma linha para finalizar.

Captura de Tela 2017-02-19 às 21.52.07

 

Quando o texto estiver pronto é só clicar em Publish. Adicione tags para que seu texto seja encontrado por quem se interessa pelo assunto. Se você está participando do 365 dias de Escrita, não se esqueça de usar a hashtag #365diasdeescrita para que nós possamos encontrar seu texto. Clique em Publish novamente e está pronto.

Se você quiser, pode compartilhar automaticamente, ligando as contas do twitter ou facebook. Se quiser apenas agendar uma postagem para mais tarde, clique em scheduling duas vezes. Vai abrir um menu, marque a segunda opção e escolha a data e horário. Clique em save para publicar seu texto na data escolhida.

Aprenda a compartilhar seus textos no Medium

Outras opções da sua conta do Medium

Clicando na seta aparece o seguinte menu:

 

 

Captura de Tela 2017-02-19 às 21.59.43Nele você encontra a opção de criar uma nova história (New Story); ver seus rescunhos (Drafts); ver suas histórias já publicadas (Stories); as vizualizações e outros números da sua conta (Stats).

Clicando em Profile e Edit, você pode editar a foto e colocar uma frase de efeito embaixo do seu nome. Se fizer qualquer alteração clique em SAVE antes de sair da página.

Em settings você pode escolher quando quer receber e-mails de notificação.

Nós temos a publicação da Escritor Publicado lá no medium. E queremos começar a compartilhar os textos de vocês no projeto 365 dias de Escrita por lá. Se você quer participar, faça a sua conta e nos mande um e-mail com o seu nome de usuário. Você  vai receber as regras para publicação e será adicionado como escritor na nossa publicação. Ai é só escrever e submeter o seu texto para nós.

 

Aprenda a compartilhar seus textos no Medium

Basta clicar nos três pontinhos no final da sua publicação e em submit to publication, escolher Escritor Publicado e Submit to review.

Toda semana vamos publicar os 2 melhores textos do Projeto lá para começar a compartilhar os textos de vocês.


Gostaram do passo a passo? Ficou fácil criar uma conta no Medium?

 

SEO para Sites de Escritores

Site de Autor

Você montou uma plataforma de autor que inclui site e blog? Então está na hora de aprender sobre SEO, otimização para sistemas de busca. Ou seja, saber preparar o seu site para ser encontrado pelos buscadores quando ele for relevante. Tem quem ache que basta “construir e eles virão”, mas não é bem por ai. Ser bem rankeado no google não é tarefa fácil, exige trabalho e consistência, mas pode ser feito. Por isso hoje vim te dar algumas dicas de SEO para que você comece a otimizar seu blog.

>>Clique aqui para ver todos os posts sobre Plataforma de Autor.

O primeiro passo é garantir que seu site carregue rápido. Sabe quando a gente digita uma url e parece que está de volta aos anos 90 de tanto que espera? É frustrante, né?! Os buscadores não querem oferecer experiências frustrantes aos seus clientes, então temos que garantir que os sites estejam leves e carreguem rapidamente.

>>Tudo que você precisa saber antes de criar um site

Depois disso, você precisa de um sitemap, que é uma lista de páginas do seu site que torna mais fácil o trabalho dos buscadores. Criar um sitemap é uma forma de garantir que todo o seu conteúdo seja indexado e encontrado. Parece complicado? Pois basta instalar e ativar um plugin que faz isso automaticamente. Alguns inclusive tem opções avançadas para indicar a periodicidade com que os robôs devem percorrer suas páginas.

Tendo a parte técnica resolvida, você precisa pensar em 3 coisas: conteúdo, links e mídias sociais.

Conteúdo

O primeiro é intuitivo, você precisa de um bom conteúdo, que faça o visitante querer mais, para que ele não fuja. Um bom conteúdo é relevante para o seu público de interesse. Se o seu bounce rating estiver muito alto, tenha cuidado, alguma coisa vai mal. Também é importante usar bons títulos e fazer meta-descrições que chamem a atenção dos possíveis leitores. São elas que vão aparecer na página do google e nos compartilhamentos. Lembre-se, ainda, de dar nomes relevantes às suas imagens, assim elas poderão ser encontradas em buscas por temos similares.

>> Criando Conteúdo a partir dos seus livros

Links

Links são essenciais. Eles ajudam de várias formas: os internos (entre conteúdos do seu site), ajudam a manter o visitante engajado por mais tempo; mas os que você ganha de sites com autoridade são os melhores. É uma forma de endosso ao seu conteúdo e você ganha pontos com os buscadores. Linkar para textos externos aos seu site, que tenham bom conteúdo também é válido, embora não tenha um resultado direto como os outros dois. Antes de tudo isso, no entanto, certifique-se de estar usando links “bonitos”, que sejam descritivos do conteúdo. Como os nossos links aqui no blog, por exemplo que usam a estrutura: escritorpublicado.com.br/categoria/nome-do-post.

Mídias Sociais

Por último, as redes sociais. Elas também servem como recomendação para o seu conteúdo, likes e compartilhamentos contam bastante nesta hora. Comece por você, compartilhe seus textos nas redes sociais. Além da fanpage, compartilhe na sua página pessoal também. Por último, a gente acha que o Google+ é um vácuo total, mas enquanto ele existir, poste lá também porque o Google leva ele em conta.

>> Aprenda a divulgar nas Redes Sociais


Pronto, com essas dicas simples de SEO, você já está pronto para começar a otimizar seus site de escritor e aparecer cada vez mais nas buscas do seu público-alvo. Mas não esqueça que SEO é um trabalho contínuo. Você precisa manter um calendário de postagens para o seu site, bem como mantê-lo atualizado em termos técnicos para garantir que ele seja leve e tenha boa legibilidade em diferentes gadgets.

Ficou alguma dúvida? Tem outra dica rápida para dar aos escritores? Conta nos comentários!

Plataforma de Autor: Onde criar seu site?

Site de Autor

Já falamos bastante sobre Plataforma de Autor aqui na Escritor Publicado. Nós acreditamos que além de escrever, hoje, é papel do autor se divulgar, se fazer conhecido e a Plataforma de Autor é parte essencial disto. E um site, bem feito, é o centralizador de todos os outros elementos da sua Plataforma de Autor. Por isso hoje vamos falar das diferentes plataformas nas quais você pode abrir seu site: blogger, wordpress.com e wordpress.org.

Blogger é a primeira opção para muitos por um motivo muito claro: ele é simples e não precisa entender muito de código para colocar um site no ar. De fato, a plataforma do google é bem prática, mas ela não oferece um resultado muito profissional. Seu site vai ficar com cara de blog. Se você está começando e quer apenas um local para colocar seus textos, talvez esta seja uma opção. De qualquer forma, aconselhamos sempre a comprar um domínio próprio, pois o seu endereço na internet poderá ser utilizado em projetos futuros e migrar para outro site.

Quem busca um resultado profissional, muitas vezes, opta pelo WordPress. Nós somos fans, mas… cuidado! Existe diferença entre o wordpress.com e o wordpress.org. O primeiro é uma plataforma online muito similar ao blogger. Você pode montar o seu site rapidinho, sem muito conhecimento técnico, por outro lado, ele é muito limitado. Por trabalhar com a hospedagem gratuita do próprio wordpress, ele não permite muita customização, não tem tantos themes gratuitos bons e até mesmo Google Analytics é um opcional pago. De novo, é um serviço válido para desenvolver um primeiro site, mas para ter um resultado profissional, recomendamos o wp.org.

WordPress.org  é um software de código aberto que você vai baixar do endereço e colocar na sua própria hospedagem com o seu domínio. Ou seja, o site é 100% seu e totalmente customizável. O wordpress.org tem uma infinidade de themes gratuitos, além de temes pagos muito bons e muitos pluggings que te ajudam a conseguir o resultado que você quiser. É a plataforma mais flexível. O custo vai variar dependo da hospedagem que você utilizar.

Ele exige mais conhecimento técnico? Sim e não. Hoje, é possível instalar a partir da sua hospedagem e pode-se comprar o domínio junto para facilitar. Claro, se quiser customizar e conseguir um site realmente único, vai ter que contratar um webdesigner/desenvolvedor para fazer para você. É um investimento, muito bom por sinal.

Em resumo, blogger e wordpress.com podem ser plataformas interessantes para quem estiver começando, mas se você busca um site profissional para centralizar a sua plataforma de autor, o mais interessante é ter um domínio próprio e uma hospedagem para instalar o seu wordpress.org. Com ele você vai conseguir construir um site completamente customizável com a facilidade de ter o melhor gerenciador de conteúdo do mercado ao seu dispor.


Aqui na Escritor Publicado nós também desenvolvemos sites e quem tiver interesse e entrar em contato com a gente pelo e-mail contato@escritorpublicado.com.br até dia 27 de janeiro ganha 10% de desconto no orçamento.

Plataforma de Autor: Newsletter

Plataforma de Autor: Newsletter

Se você seguiu nossa série de posts sobre Plataforma de Autor, já deve ter uma identidade de marca, cartões, fanpage em diferentes redes sociais e, mais importante, um blog. Pode levar um tempo, mas seu blog vai construir uma audiência. E para manter esse público engajado, a melhor ferramenta ainda é a newsletter.
A Newsletter serve para avisar sobre os melhores posts do seu blog, contar alguma novidade em primeira mão, fazer uma oferta exclusiva. Enfim, pode ter diferentes papéis na sua divulgação. O legal é manter uma periodicidade e mandar e-mails com conteúdo de valor para os seus leitores. Se você posta bastante no blog, por exemplo, pode mandar um e-mail mensal ou quinzenal com os melhores textos e ocasionalmente compartilhar alguma informação de valor com seus seguidores, como uma sinopse do seu próximo livro.
Para montar sua newsletter você vai precisar de um formulário no site e um sistema de broadcast de e-mails. Mailchimp é um dos queridinhos da internet e melhor, é de graça. As funções gratuitas são bastante simples, é verdade, mas dá para montar e-mails profissionais com themes prontos e manter até 2 mil contatos. Considero o mailchimp ideal para quem está começando sua newsletter. A integração com o site também é bem fácil, existem vários pluggins que permitem instalar um formulário simples no seu site em wordpress.
A principal vantagem de criar uma newsletter é ter uma lista de e-mails de pessoas que tem interesse pelo seu trabalho. Essa lista é uma ferramenta poderosa para os futuros lançamentos dos seus livros, por isso, mantenha o relacionamento com esta lista, mantenha-a aquecida, como o pessoal de marketing costuma dizer.  Relacionamento com leitores é chave para um autor de sucesso. As pessoas compram de quem elas conhecem, de quem elas confiam, dos escritores que fazem parte das vidas delas de alguma forma, seja na aula de literatura ou na caixa de entrada.

Se você perdeu algum dos posts sobre Plataforma de Autor, segue os links para todos eles:

A importância da Plataforma de Autor
Plataforma de Autor – Nome, foto e Biografia
Plataforma de Autor – Site, Redes Socias e Cartão
Trabalhe a Sua Plataforma de Autor


Já tem uma plataforma de autor? Conta para nós suas experiência nos comentários.