7 booktubers brasileiros que todo escritor precisa conhecer

Como vimos no outro post, os booktubers são cada vez mais importantes para o mercado editorial. Além de uma ótima opção de entretenimento para quem curte livros, eles são um ponto de contato entre o público-alvo e a sua obra. Fazem também um serviço de utilidade pública, afinal, os booktubers  acabam por incentivar a leitura entre os diferentes públicos.

Por isso separei 7 booktubers brasileiros que são sucesso na web e que você escritor precisa conhecer agora mesmo. Dá até para ver um canal cada dia da semana, se atualizar e ficar conhecendo mais dos canais e tipos de públicos de cada um.

Tiny Little Things (Tatiana Feltrin)

Conhecida como uma das primeiras booktubers brasileiras, ela começou em 2007, Tatiana Feltrin publica vídeos sobre os mais diversos temas. Agora em Outubro ela está lendo livros na temática do Halloween. Ano passado leu vários livros que faziam parte das tradicionais “listas de livros obrigatórios” dos maiores vestibulares. Também permite que os seguidores façam sugestões sobre quais livros deveria ler. Conheça o canal aqui.

Geek Freak (Victor Almeida)

Abrangendo literatura, séries, tecnologia, filmes e etc, o Geek Freak foi criado em 2014 pelo Victor Almeida. Com playlists completos, que vão desde “VEDA” (Vlog Everyday April, vídeos novos todos os dias em Abril) à Maratonas Literárias. Ele também lançou um livro o ” Para Cada Infinito” esse ano. Conheça o canal aqui.

Perdido nos Livros (Eduardo Cilto)

Booktuber que recentemente lançou o seu primeiro livro, “Traços”, Eduardo Cilto criou o canal em 2012. Desde então faz vídeos sobre livros, tags e colaborações com outros vloguers. Publica toda segunda, às 21h. Ou seja, sempre tem vídeo novo para assistir. Conheça o canal aqui.

Cabine Literária

Um grupo de amigos que se reveza e publica toda semana vídeos sobre livros, séries e filmes. Já dá pra invejar/admirar todo o trabalho deles? Já. Com vídeos como ” O Livro de cada Signo” e “Livros para Sair da Bad #setembroamarelo”, mais do divertidos os criadores desse canal sabem a responsabilidade que tem com o público que os assiste tanto de entreter quanto de informar. Conheça o canal aqui.

Serendipity (Melina Souza)

Imagina uma booktuber que fala também de moda, viagens, tags e desafios. Imaginou? Agora coloca uma boa produção e mais de 100.000 de inscritos. Essa é a Melina Souza e seus vídeos chamam muito a atenção de diferentes empresas, como editoras e marcas de roupas. Vale a visualização, afinal não é sempre que se tem um canal que consegue ser tão abrangente. Conheça o canal aqui.

Pam (Pâmela Gonçalves)pamgoncalves

A publicitária e criadora do canal homônimo Pam, começou com o canal em 2013. Nela ela faz vários comentários sobre livros, interagindo muito com os espectadores e incentivando eles a lerem. Recentemente lançou dois livros, “O Amor Nos Tempos de #Likes” e “Boa Noite” pela Editora Galera Record. Conheça o canal aqui.

Um Leitor a Mais (Leonardo Oliveira)

Um blogueiro que virou booktuber, o Leonardo Oliveira criou o canal “Um Leitor a Mais” a partir do blog com o mesmo nome. Ele faz vídeos com comentários sobre livros, tags, compras, desafios, etc. Conheça o canal aqui.


O que acharam dos booktubers? Já conheciam? Quem já tá sonhando com o dia que um deles vai falar sobre seu livro? Conta pra gente nos comentários.

O que são booktubers e porque você precisa saber disso.

Se você está aqui, parado nesse texto é porque a) Sabe o que são os booktubers e quer saber mais, b) Não sabe exatamente o que são mas acha que já ouviu falar ou c) Não sabe mas já que esse é um blog sobre marketing digital decidiu que era melhor saber o que são.

Independente de qual opção melhor lhe representa, preciso apontar um ponto em comum: Os booktubers são importantes para o mercado editorial. Por isso, você escritor precisa conhecer no mínimo um pouco sobre eles. Afinal, todo escritor também é um leitor, certo? Já até “falamos” no texto da outra semana, sobre livros de marketing, e todo leitor muitas vezes precisa que alguém lhe indique (mais) livros para ler.

Mas o que é um booktuber?

Um booktuber é uma pessoa cujo canal do YouTube é voltado para os livros. Bem simples, não? Cada canal/booktuber tem uma abordagem diferente. Mas em sua maioria eles criam vídeos a partir da leitura de um determinado livro. Depois desenvolvem um roteiro e listam pontos que vão ser discutidos no vídeo, gravam e publicam em seus canais. O público, conhecido como inscritos, pode interagir de diferentes formas com o vídeo, através de comentários ou vídeos-respostas.  E isso esta muito relacionado ao conteúdo e livro foco de cada publicação. Sendo responsabilidade do booktuber então sondar o que faz mais sucesso com a sua audiência e a partir disso gerar mais engajamento com o público.

O que torna o trabalho deles tão interessante é que o público, e suas preferências, pode variar muito. Então os booktubers acabaram por, em sua maioria, serem canais cujos conteúdos são bem ecléticos. Ou seja, em que há a liberdade para fazerem diferentes formatos de vídeos. Fazendo que haja uma variação entre os  gêneros literários e obras indicadas.

Qual a importância deles?

Acima de tudo o trabalho de quem cria um canal desse tipo é o de ser um agente de conteúdo. Uma vez que muitas vezes eles são responsáveis pelo ponto de contato inicial entre o livro e o público-alvo. Isso acontece devido ao grande número de visualização dos vídeos, que são capazes de ultrapassar inclusive o de muitos programa de tv. A interação com o público também os torna relevantes, pois muitos são capazes de criar um elo com os espectadores, o que faz com estes tenham muitos booktubers como forte referência no meio literário e de entretenimento.

Uma grande parcela dos agentes fazem a indicação de várias obras de forma orgânica, totalmente gratuita. Porém, atualmente muitos são contatados por algumas editoras para recomendar livros para a sua audiência, e ganham pelo conteúdo produzido. Isso se deve ao fato de que a exposição do livro em um vídeo no YouTube e em outras redes sociais (Instagram, Facebook, Snapchat) contribui muito com as vendas. A exposição das obras de tal modo é capaz  até de fazer com que livros entrem em listas de mais vendidos. E qual editora ou autor que não quer ver seu livro sendo vendido e lido?

Gostaram do post? Na outra semana vamos abordar 7 booktubers brasileiros que todo escritor precisa conhecer.