Apresentação do Livro: Diagramação

Posted on Posted in Guia da Escritora Independente

Já falei por aqui de dois passos importantes para apresentar seu livro ao mundo: Sinopse e Capa.  Agora vamos conversar sobre o último passo da apresentação: A diagramação.

Sei que tem muito autor independente, principalmente que publica na Amazon, que acha que a diagramação é bobagem. Nos manuais da Amazon ou do KDP fala que  diagramação pode ser feita no Word de forma simples e fica tudo bem, tudo certo. Isso não é mentira. Você pode seguir os passos desses manuais e diagramar seu livro sem mistérios em qualquer editor de textos e quando você upar no site vai se transformar em ebook no formato Mobi e todo mundo vai ler perfeitamente bem nos seus leitores digitais. O que pega nesse ponto é que seu livro vai ter uma diagramação simples, pobre e sem atrativos.

“Ah, Luísa… Você está querendo demais… O que importa é o conteúdo!” Cara, eu concordo com você o que importa é o conteúdo, mas a apresentação faz toda a diferença. Diagramar é uma arte, é construir harmonia entre o conteúdo e os elementos gráficos que podem demonstrar que você teve um carinho a mais com seu leitor.  A diagramação começa pelo projeto gráfico, que vai pensar nos detalhes e afrescos que podem ser inseridos no seu texto.

De forma geral os ebooks não se apegam a fontes, tamanho e espaçamento. O leitor tem todo o direito de mudar isso, para que a leitura seja o mais confortável possível para si mesmo. Mas estilos de parágrafos (um recuo maior para dar destaque,  sublinhados, itálicos e negritos) podem e devem ser usados.  E eles devem ser incluído no seu projeto gráfico. Assim como títulos diferenciados, imagens quando necessário e as quebras de página para separação dos capítulos.

Vai dizer que não te chama a atenção quando um livro tem bem mais que só letras? Quando tem aquele detalhe que tem tudo a ver com a história? Por que o mesmo não aconteceria com ebooks? Esses detalhes… Isso é projeto gráfico e faz sim diferença na apresentação do seu livro.

Existem programas para a diagramação. Acredito que o mais usado seja o InDesign. Pelo menos é o que eu uso. E nele você pode construir todo o seu projeto gráfico, diagramar seu livro é oferecer ao seu leitor esse carinho também.

Uma coisa que vale muito ressaltar sobre diagramação é que você não vai conseguir aproveitar a mesma diagramação para impressos e digitais. Mas o projeto gráfico sim! Então pense nele com carinho. Você pode inserir detalhes gráficos que se adequem tanto no digital quanto impresso e que de ao seu livro uma personalidade única.

Se puder investir, invista em um diagramador (A Escritor Publicado trabalha com diagramação), mas caso não possa, procure por tutoriais que tem aos montes por aí sobre diagramação.  E não se esqueça que diagramação também é uma forma de apresentar seu livro e como tudo que envolve a apresentação de um produto ela é super importante!  


Convidamos a autora Luisa Aranha para compartilhar com a gente e com você um pouco do seu processo de escrita e publicação enquanto Escritora Independente. Para a felicidade de todos, ela topou e vai fazer uma série de artigos esclarecendo algumas dúvidas de quem está iniciando neste caminho da autopublicação.
Para ver todos os textos da série, acesse: Guia da Escritora Independente
As opiniões aqui expressas são de exclusiva responsabilidade do autor do texto e não refletem necessariamente o posicionamento oficial da Escritor Publicado

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *