Como formar parcerias para divulgar o seu livro?

Posted on Posted in Guia da Escritora Independente
Na última semana nós conversamos um pouco sobre divulgação. E sobre a questão dos blogueiros literários e aí aquela dúvida surgiu: como se começa a estabelecer parcerias?

Então vamos falar sobre como você pode começar a fazer isso. Lembrando que isso não é uma receita de bolo de caneca que te trará milhares de parceiros de forma instantânea e com estrelinhas para todos os teus livros. Mais uma vez estou usando a minha experiência e o que deu certo para mim.

Você pode adaptar e até me dar dicas do que deu certo para você.

Quando comecei a interagir nos grupos de autores e leitores conheci alguns blogueiros literários. Antes de propor qualquer parceria, a primeira coisa, foi conhecer o blog. Eu sei que quando a gente começa e não tem ainda parceiros parece que só a gente está para trás, mas não adianta afobar as coisas.

Conhecer os blogs, ler as suas resenhas, procurar as negativas (é mais importante, às vezes, ler essas do que as positivas) para ver como o blogueiro faz as suas críticas. O número de seguidores do blog e das fanpages podem encher os olhos, mas mais importante que esse número é ver os comentários. Se os posts tem comentários ou não. Isso garante uma maior visibilidade do que o número de seguidores.

Outra coisa que você pode fazer é procurar pelos termos de parceria. Alguns blogs tem sua política já estabelecida e a mostra no blog, veja se isso se encaixa com o que você tem em mente. Depois, procure o blogueiro. Eu começo o contato via e-mail.

Meu primeiro contato sempre é me apresentando, falando que estou em busca de parceiros e que gostaria de saber a disponibilidade do blog para novos parceiros (se eu já conheço a politica de parceria) ou perguntando qual a política de parceria.

Alguns blogueiros não leem ebooks. Mas atualmente são poucos. Se você não tem seu livro impresso, sugiro que separe uma cota para envio as parcerias. Se ele não for impresso, prepare o ebook para o blogueiro. E deixe claro que o envio do exemplar será digital.

Os blogs tem prazos que eles mesmo estipulam para liberar as resenhas. Não adianta você quer definir esses prazos, pois eles tem suas demandas. Saiba ser paciente.

Eu falei na semana passada e apesar de achar que eu nem deveria falar sobre isso, vou repetir: A  base do relacionamento de parceria é respeito! Os blogueiros estão prestando um serviço a você. Respeite ele, seja educado e saiba receber uma crítica.  Porque pode acontecer dele não gostar do seu livro e você tem que entender isso.

Já vi autor “tendo piti” em rede social, ou batendo boca em blog por uma opinião negativa. Em alguns casos nem é tão negativa assim. Isso é feio gente. Muito feio! Você pode até gritar dentro da sua casa, xingar só pra você, chorar, se descabelar, quebrar os pratos no chão, mas na crítica agradeça a atenção e depois de passar a braveza reflita sobre a opinião!

Outra dica é não menosprezar quem está começando.

Vejo muito autor que não quer ser parceiro de blogueiro que começou agora. Eu considero que quem está começando tem um esforço maior ainda pra conquistar publico, então, seu livro tem uma chance de chegar a muitas pessoas por isso. Lembre-se que você também está começando e fechar as portas por isso é bem cruel da sua parte.

Mas e depois que você já tem parceiros? Mantenha-os!

Faça sorteios em parceria, mande notícias, materiais e novidades constantemente e conheça novos parceiros. Quanto mais, melhor! Quanto mais parceiros você tiver, mais pessoas você alcança, então esse trabalho é constante! Alguns autores preferem fazer uma seleção anual e trabalhar só com aqueles parceiros. Eu não concordo com isso. Acho que você acaba limitando seu publico também.

Ah, e vale lembrar, que tudo isso que falei sobre parceria com blogueiros, vale com youtubers, Instagrams, administradores de grupos de leitura e todos que estejam de alguma forma engajados com a literatura nacional. Tem muitos projetos por aí de incentivo ao nacional que vale a pena participar!

Então é isso… a base de tudo é respeito, conhecer o blog, saber lidar com as críticas e estar de acordo com as regras da parceria. De resto, é trabalho de formiguinha!


Convidamos a autora Luisa Aranha para compartilhar com a gente e com você um pouco do seu processo de escrita e publicação enquanto Escritora Independente. Para a felicidade de todos, ela topou e vai fazer uma série de artigos esclarecendo algumas dúvidas de quem está iniciando neste caminho da autopublicação.
Para ver todos os textos da série, acesse: Guia da Escritora Independente
As opiniões aqui expressas são de exclusiva responsabilidade do autor do texto e não refletem necessariamente o posicionamento oficial da Escritor Publicado

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *