Meu livro ficou pronto… mas eu posso publicar?

Posted on Posted in Guia da Escritora Independente

Então você já revisou, os betas deram aquela lida, você fez a revisão final, registrou a obra, pediu o ISBN, fez a diagramação, escreveu a sinopse e criou a capa. Agora sim! Agora vamos publicar sua obra!

Desde que começamos essa coluna a intenção era chegar nesse momento: o momento da publicação.  Como o nome dessa série de artigos diz aqui é o Guia da Escritora Independente. Então, a gente vai falar de publicação independente.

Por que isso, Luísa? Adoro quando vocês me fazem essas perguntas (ou eu imagino vocês lendo e se perguntando). Mas o fato é que existem 3 tipos de publicação: a tradicional (você manda seu original para as editoras, espera meses, anos para ter  (ou não) uma resposta), a paga (você manda para uma editora e ela te devolve um orçamento) e a independente.

Desde o início todo o nosso passo a passo foi voltado para a publicação por conta própria. Caso não fosse isso, teríamos parado na segunda revisão e enviado para as editoras.  

Então vamos ao que interessa: PUBLICAR!

Existem algumas coisas que você pode escolher. Quer o livro impresso? Apenas ebook? Publicar aos poucos tipo novela? Hoje em dia tem de tudo e ai você define qual a melhor forma para você e seu público.

Quero publicar meu livro impresso

Ai, Luísa… Não adianta, eu quero pegar, tocar, cheirar e embalar meu filho… Aninhar ele em meus braços e dormir abraçadinho…  OK! Eu entendo esse desejo, mas não se preocupe. Não é porque você é independente que não poderá fazer isso.

Existem plataformas que você pode fazer isso e seu livro será impresso toda a vez que alguém comprar. Clube de Autores e Amazon são exemplos dessas plataformas. Você coloca seu livro físico disponível lá e a impressão é por demanda. Qual a vantagem? Você não precisa investir em uma tiragem. Qual a desvantagem? O preço do livro fica mais alto e seu lucro menor.

Outra possibilidade para quem quer publicar é fazer orçamentos em gráficas (existem várias online com preços honestos e justos, pesquise!!!) e imprimir uma tiragem pequena. Qual a desvantagem? Precisa de uma verba inicial. Qual a vantagem? Você pode ter até 100% de lucro dependendo da tiragem e do valor final.

Nessa possibilidade, de fazer uma tiragem pequena por conta própria, uma boa tática é lançar o livro em pré-venda. Fiz isso no meu último livro lançado em formato físico (Noites de Verão) e deu super certo. Com a pré-venda fiz uma tiragem maior, sem precisar tirar dinheiro do meu bolso.

Para isso você vai precisar de um site/ blog para colocá-lo a venda. Eu utilizo o Pagseguro que dá às pessoas a possibilidade de comprar por cartão de crédito.  Ou seja, com uma página na internet e um botão do Pagseguro você consegue vender seu livro em pré-venda e ter a verba inicial para sua tiragem. Não esqueça de calcular, no valor final do livro, seu lucro, custo de frente e de embalagem.

Quero publicar meu livro digital

Para publicações digitais também existem diversas plataformas. A mais utilizada é, sem dúvida,  a Amazon. Porém Google play, apple story , saraiva e outras também comercialização ebooks. Qual a vantagem de só publicar na Amazon? O Kindle Unlimited, que é um sistema de empréstimos da Amazon e gera muitas páginas lidas que automaticamente gera dimdim pros autores…

Mas se eu publicar em várias plataformas não vou ter uma maior visibilidade? Sinceramente gente eu não sei… Eu acredito que a exclusividade do unlimited compensa financeiramente. E a sua visibilidade vai depender da sua divulgação…

Outra forma que está em alta e cada dia surge novos aplicativos para a auto publicação são as plataformas como Wattpad. Qual a vantagem de publicar lá? Formação de um público e a troca com o mesmo. É como se todo o leitor fosse um leitor beta, porque eles podem opinar e participar da história. A desvantagem? Você não vai ganhar financeiramente já que os livros são gratuitos.

Vale a pena? Vale demais… Se você está formando seu público este tipo de plataforma te aproxima do leitor, te ajuda a criar um nome e uma rede. E isso é excelente pra quem escreve. De nada adianta a gente escrever se não vai ter quem leia.

O importante aqui é publicar. Você já deve conhecer um pouco o público que você quer atingir, então ninguém melhor que você para saber qual será a sua plataforma e formato de publicação. E se tiver dúvidas, pesquise converse com outros autores, mas não deixe de publicar. Se a gente chegou até aqui, nesse guia é porque você está mais que apto para isso!


Convidamos a autora Luisa Aranha para compartilhar com a gente e com você um pouco do seu processo de escrita e publicação enquanto Escritora Independente. Para a felicidade de todos, ela topou e vai fazer uma série de artigos esclarecendo algumas dúvidas de quem está iniciando neste caminho da autopublicação.
Para ver todos os textos da série, acesse: Guia da Escritora Independente
As opiniões aqui expressas são de exclusiva responsabilidade do autor do texto e não refletem necessariamente o posicionamento oficial da Escritor Publicado

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *