Criando o hábito da Leitura

Posted on Posted in Escrita e Cultura

Ontem eu encontrei este texto do Homo Literatus pela internet falando sobre como muitos autores não lêem. Confesso que há alguns meses atrás, teria me chocado, mas conversando mais com autores, vemos que é muito normal as pessoas escreverem, mas não lerem. Falta de tempo é a principal razão.

Confesso que deste mal eu também sofro, entre trabalho, filho e casa, achar tempo para a leitura nem sempre é fácil, por isso mesmo que ano passado eu resolvi colocar uma meta de leitura, 3 livros por mês, fora o que fosse necessário para estudos. Fiquei alguns para trás, mas consegui estabelecer uma rotina de leitura que funciona para mim.

Este é o segredo, achar uma rotina que funciona para você, porque a leitura é essencial para quem quer ser escritor. Não tem outra forma de colocar, cursos e grupos de escritores são muito bons, mas leitura é a forma mais acessível (e prazeirosa) de melhorar a sua escrita. Leitura aumenta seu repertório, pode te apresentar novas formas de narrativa, técnicas diferentes, autores e visões de mundo diferentes da sua. Tudo isso vai se refletir nos seus textos.

Se você ainda não tem uma rotina de leitura, comece pequeno. O importante é desenvolver o hábito e depois ir aumentando aos poucos. Por exemplo, você pode começar com 5 páginas por dia, ou 10 minutos. Essas metas parecem bem acessíveis, não é? São fáceis de manter e conforme você já estiver acostumado a ler todos os dias, pode aumentar o tempo ou número de páginas.

Para dar um impulso inicial, pensei também em algumas categorias de livros que são interessantes para escritores, a idéia é entrar em contato com livros diferentes para diversificar o repertório e dar um bossa na criatividade:

  1. Um livro de contos;
  2. Um romance;
  3. Um livro epistolar (contado em cartas);
  4. Um livro em primeira pessoa;
  5. Um livro clássico;
  6. Um livro lançado recentemente;
  7. Um autor brasileiro contemporâneo;
  8. Um autor de um país sobre o qual você não sabe nada;
  9. Um livro de um gênero que você não costuma ler;
  10. Um livro sobre escrita;
  11. Uma biografia;
  12. Um livro baseado em fatos reais;

Sim, são doze categorias, assim dá para focar em ler um por mês. Talvez algumas dessas leituras sejam um desafio, faz parte, afinal a idéia também é experimentar coisas novas. Fica nosso convite então a criar o hábito da leitura e diversificar nos gêneros em 2017.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *