8 lições que aprendi me desafiando a postar todos os dias no medium

Posted on Posted in Escrita e Cultura

Acho que uma das maiores mentiras que a gente se conta é a de que a gente não tem tempo.

  • Eu queria escrever todos os dias, mas não tenho tempo.
  • Eu queria ler mais, mas não tenho tempo.
  • Eu queria aprender uma coisa nova, mas não tenho tempo.
  • Eu queria me dedicar mais a alguma coisa que eu realmente gosto, mas não tenho tempo.

É uma desculpa fácil, que a gente usa bem seguido, mas sabe de uma coisa? Se a gente não criar os momentos para fazer o que a gente realmente gosta ou aprender o que nos interessa, vamos passar a vida sem fazer nada, mas com as séries do Netflix todas em dia, não é mesmo?

Acho que uma das maiores mentiras que a gente se conta é a de que a gente não tem tempo. Click To Tweet

Foi pensando nisso que ano passado a gente criou o 365 dias de escrita. E sabe de uma coisa? Dá tempo sim! Não que tenha sido fácil. Não foi nem um pouco, mas deu tempo. Rendeu alguns textos bem legais, outros nem tanto. A maioria, no entanto, ficou guardada no meu bloco de notas.

Então para este ano eu precisava de alguma coisa diferente. Precisava de um desafio maior. Publicar todos os dias. Para isso estou usando o medium, que é uma plataforma bem simples e que já atrai um certo público.

>> Passo-a-passo de como começar a postar no Medium

Tá sendo fácil? Claro que não. E sendo honesta – nem adianta mentir, o medium não deixa – falhei alguns dias, mas também aprendi algumas coisas. E é isso que eu vim compartilhar com vocês hoje.

#1 Ninguém vai ler, a não ser que você queira.

A não ser que você faça propaganda, nem a sua mãe. Tipo, sério. Meu desafio em Janeiro era apenas publicar, não me forcei a fazer posts nas redes sociais todos os dias, pois sabia que o mês ia ser tenso. Tinha cirurgia marcada e passei boa parte do mês de molho. Publicar já era desafio o suficiente. E sabe de uma coisa? Quando eu não falei que tinha texto publicado, ninguém leu.

#2 Keep Record

Eu sou fan de Bullet Journal, então claro que quando decidi postar uma crônica por dia a primeira coisa que fiz foi planejar um tracker para o meu bullet. Bem simples, mas que dá uma imensa de uma satisfação. Marcar aquele X no tracker me faz tão bem quanto escrever. Isso também ajuda você a focar, sentar, escrever e apertar aquele botão da publicação, que, sejamos honestos, dá uma certa ansiedade.

#3 A preguiça vai te vencer, se você deixar

Teve alguns dias que eu pensei “depois eu faço” e estes foram os dias em que não teve texto. Outros dias, mesmo cansada, ou dopada de remédios para dor, eu me forcei a fazer. Venci a preguiça para poder marcar um x na tarefa do dia e sabe de uma coisa? Escrever não me tirou nenhum pedaço, não me deixou mais cansada. Pelo contrário, até dá um boost necessário no cérebro.

#4 Quando a inspiração bater, pare tudo e escreva.

Mesmo que seja com papel e caneta, para depois passar para computador e publicar. Porque as vezes a gente tem uma ótima ideia e está no modo certo para escrevê-la. Se você deixar para depois, talvez seu texto não seja tão engraçado, ou não passe a mesma emoção de escrever na hora certa.

#5 Quando tiver tempo, escreva mais do que o proposto.

Sim, agendar textos é uma possibilidade. E isso não quer dizer que você não vai parar todos os dias, sentar escrever os seu textos. Você pode fazer isso sim, mas ter uns textos na manga ajuda bastante. Afinal, tem aquele dia que por mais que a gente tente não sai nada. Tem aquele dia tão corrido que quando a gente vai ver já passou da meia noite – e perdeu o horário para postar no dia. Enfim, se programar é sempre melhor. E, se você conseguir preparar alguns textos com antecedência, vai conseguir se programar para divulgá-los também.

#6 Escreva e publique mesmo que não seja o seu melhor texto.

Teve dias que eu sentei e escrevi a primeira coisa que me veio à cabeça para publicar. Talvez não tenham sido os melhores textos, mas foram importantes para me manter focada. Afinal, não postar um dia faz com que você tenha menos ânimo de postar no outro e torna quebrar o hábito bem mais fácil.

#7 Inspire-se.

Alguns textos surgiram a partir de livros que eu estava lendo, artigos que eu encontrei no feed do facebook e algumas séries da Netflix, por que não? É importante continuar consumindo conteúdo para poder criar conteúdo de qualidade. Exercite o seu cérebro, leia mais, leia sobre coisas que não domina, busque autores que nunca leu antes. Enfim busque novas fontes de inspiração. Isso vai trazer fôlego, novas idéias, novas questões e deixar os seus textos ainda mais interessantes. Repertório é um dos maiores bens de quem vive da produção de conteúdo e isso inclui você, escritor.

#8 Coloque um despertador ou lembrete diário.

Teve dias que eu até tinha um rascunho, no papel ou no bloco de notas, mas acabei esquecendo de postar porque… a vida. E o medium não deixar a gente postar com data anterior, para evitar paradoxos. Resultado: sem crônica pelo motivo mais bobo possível.


E você, escritor, como está se desafiando este ano? Está conseguindo cumprir as suas resoluções/metas de 2018? Dá uma olhada nestas dicas da Jade para conseguir alcançar os seus objetivos, e não esqueça de comentar.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *