Eu preciso de uma editora?

Hoje em dia todo mundo pode se autopublicar, com ferramentas digitais, no entanto, muitos escritores ainda acham que precisam de uma editora e o mercado tem algumas ciladas para quem coloca ter o livro impresso acima de qualquer coisa.

[siteorigin_widget class=”WP_Widget_Custom_HTML”][/siteorigin_widget]

Editora tradicional tem vantagens, autor não precisa gerenciar todo o processo e fica mais livre para escrever e fazer seu marketing pessoal, mas não é fácil entrar em uma editora tradicional. E a qualidade do seu texto, por si só, não vai ser o suficiente para garantir que uma delas se interesse pelo seu livro. É preciso ter potencial de vendas.

Por outro lado, preste atenção nas editoras pagas, as prestadoras de serviço. Muitas delas fazem serviço expresso e a preços bem altos. Por um lado, vale a pena você ter alguém que gerencie o processo de produção do livro físico, mas não aceite contratos com preços absurdos. Existem editoras que fazem tiragens pequenas a preços razoáveis. Ou contrate diagramador e capista e vá direto na gráfica.

O que você deve pensar na hora de optar por uma editora dessas é qual o seu objetivo em imprimir o livro? Você pode sim contratar uma editora prestadora de serviço para ter o seu primeiro livro impressa já pensando em se destacar e conseguir chamar atenção de editoras tradicionais, mas precisa ter em mente que vai ter muito trabalho envolvido, inclusive contratando profissionais por fora para te ajudarem com leitura crítica e revisão.

Por último, quando for avaliar um contrato com editoras pagas desconfie de promessas boas de mais para serem verdade, elas geralmente são.

Comments

comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *