Escritor, seu público é importante.

Posted on Posted in Redes Sociais

Público, audiência, leitores. Não importa qual é o nome que você o denomina. Mas sim a importância dele. E como você os trata.

“Não tenho público ainda Jade”

Se você é do tipo que acredita que não tem público ainda pois recém começou, pense de novo. E aquele “like” aleatório? E aquela tímida visualização? E aquele leitor que ficou 02:00 minutos no teu blog? Viu, você tem um público. Pode ser mínimo, mas existe.

Quem lê, assiste ao seu stories, compartilha os seus textos, curte a fanpage é importante. É uma pessoa, com tarefas, emprego, casa para cuidar que optou por investir o tempo dela no seu trabalho. Sabe o que é isso? Que dos 1440 minutos do dia, de 2 à 5 minutos foram gastos com você.

“Mas isso é pouco”

Não é pouco. Qual foi a última vez que você investiu esse tempo de leitura em algo que não fosse de própria autoria? Dos seus blogs mais frequentados, quantas vezes já concluiu a leitura de um post? Até mesmo aqui, no blog da Escritor Publicado, quantas publicações você leu até o fim? É um hábito seu ler tudo? Pois para muitos não é. Ainda mais quando se tem inúmeras plataformas para se acessar e interagir.

O simples ato de optar por ler algum trabalho nosso já faz com o leitor mereça no nosso respeito. E apreço. Afinal, são de pequenos passos que se constrói uma carreira. E se concretiza sonhos. O seu sonho no caso. Não faça descaso, interaja com quem lhe lê, responda comentários, emails e tente se manter próximo da sua audiência.

“E se meus leitores não falam comigo?”

Fale você com eles! Crie posts perguntando a opinião referente a algum assunto, peça indicações. Use a sua criatividade. Talvez o seu público curta que você envie newsletters. Se for o caso, crie um formulário, disponibilize no seu site e envie nem que seja uma vez por mês. Seus leitores são mais do Instagram? interaja com eles, mande “Stories”, faça “Lives”. O mesmo em relação ao Facebook e demais plataformas. Busque a interação com quem lhe lê. Talvez não seja algo instantâneo, mas ela pode e deve sim ser construída.

Por isso busque a interação, cuide do seu público. Quando alguém comentar algo, responda. Mas saiba encontrar o meio termo, leia com atenção às críticas e elogios deles. Mas faça uma média entre os comentários, pois irão servir como termômetro do seu trabalho. E nunca deixe algum comentário, elogio e crítica sem resposta. Vá atrás de um público que tenha pontos em comum com o que você cria que estará indo pelo caminho certo. Pois vão ser essas pessoas que irão lhe apoiar e lhe ajudar a crescer.

Seus leitores vão ser excelentes críticos e apoiadores na sua jornada como escritor. Vão comemorar quando você avisar que um livro ficou pronto, reclamar caso você mate um personagem querido, lhe dar dicas quando pedidas (ou não) e quem sabe um dia fazer até fila para comprar seu livro e pegar seu autógrafo. Mas tudo começa com pequenos passos.


Por isso, independente de ser 1 ou 1.000 o seu público importa. Curta, aprecie e reconheça a importância dele.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *