Facebook para Escritores – Por onde começar

Posted on Posted in Facebook

Com certeza você já conhece o Facebook. Certo? Provavelmente tem um perfil e pode até mesmo ter conhecido a Escritor Publicado . E se você está lá, quer dizer seus conhecidos, amigos, parentes, colegas, ex-colegas, enfim que muita gente que você conhece também está.

O que quero dizer ao mostrar essas conexões é bem simples:

Estamos cada vez estamos mais interligados, associamos o que é compartilhado em plataformas com as pessoas e interagimos com elas através das redes. E isso é incrível.

Se cada vez mais encontramos e consumimos conteúdos através das redes, muitas vezes indicados pelos nossos amigos, conhecidos, família, pelas conexões faz sentido compartilhar o seu trabalho de escritor. Afinal, se ninguém souber que você escreve como você vai ter sucesso? Faz sentido para você?

Ah, mas eu tenho vergonha

Ok, algo super compreensível. Mas você não precisa do dia para a noite mudar o seu perfil pessoal, passar a compartilhar só o seu texto, seu trabalho (aliás, compartilhar só o seu texto é um dos grandes erros de se cometer no Facebook), longe disso. Mas você pode começar aos poucos compartilhando o seu trabalho, 1x a cada quinze dias por exemplo. Divulgando aos poucos sabe?

Depois você pode criar uma fanpage, começar a interagir mais lá. A divulgação ser um processo realizado no seu tempo. Isso se o seu objetivo não for ser um escritor profissional que viva da escrita. Pois se este for o caso, bom, pelo menos mantenha a sua fanpage atualizada.

Mas aonde eu começo?

Bom, interagindo. Simples, não? Já explico. 

O Facebook é uma plataforma voltada para a interação. Através de grupos, páginas, comentários e até mesmo nos chats. Por isso, busque grupos. Grupos de escrita, grupos de escritores, literários, relacionados ao tema ou estilo que você escreve.

Uma vez encontrado os grupos, interaja. Comece aos poucos, vá conhecendo as pessoas. Não chegue já divulgando o seu trabalho e depois sumir. Isso não dá certo, fica parecendo spam e as pessoas não vão visitar o seu blog/site/Instagram.

Não tenho ainda o que compartilhar

Crie! Se não tem, faça o próprio Instagram, blog ou fanpage. Assim você tem um local específico para compartilhar o seu trabalho de escritor. Fica até mais fácil de gerir a interação. Facilita até para saber quantas pessoas leem o seu conteúdo.

E se não gostarem?

Calma. Se tem uma coisa que eu acredito é que existe público para todo mundo. Logo, assim como algumas pessoas podem não gostar do seu conteúdo, outras vão adorar, até compartilhar. E isso faz parte da interação, comum. Você mesmo tem publicações que não curte e outras que sim não é mesmo?

O importante é não deixar de responder, educadamente, aos possíveis comentários construtivos. E claro, buscar aprender com o que lhe foi passado. E sempre responder a quem lhe elogia. É assim que se constrói um público interativo, dinâmico.


O que vocês acharam? Semana que vem volto com mais um texto sobre o Facebook para Escritores


Ei escritor, escrevi um livro sobre o Facebook! Isso mesmo! Além de um livro sobre planejamento de carreira, o “Planejando a Sua Carreira de Escritor“, tem agora oFacebook para Escritores“. Quer saber mais? Você pode comprar ele aqui ou alugar no Kindle Unlimited.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *